Portal RPJNEWS

MENU

Notícias / Comunidade

A taxa de natalidade em Tóquio, capital do Japão, continua em declínio

O número de nascimentos em Tóquio tem diminuído consistentemente nos últimos sete anos

A taxa de natalidade em Tóquio, capital do Japão, continua em declínio
A-
A+
Use este espaço apenas para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.
enviando

A taxa de natalidade em Tóquio, capital do Japão, continua em declínio, chegando a estar em último lugar entre as 47 províncias do país. De acordo com um relatório anual do governo metropolitano de Tóquio, a taxa de natalidade na cidade foi de 1,04 em 2022, uma queda de 0,04 ponto em relação ao ano anterior. Em comparação, a taxa de fertilidade total do Japão foi de 1,26 no mesmo período.

O número de nascimentos em Tóquio tem diminuído consistentemente nos últimos sete anos, chegando a 91.097 em 2022, o que representa uma queda de 4.307 em relação a 2021. Esse declínio na taxa de natalidade tem sido uma preocupação tanto para o governo metropolitano de Tóquio quanto para o governo nacional, que têm implementado diversas medidas para incentivar a população a ter mais filhos.

Por outro lado, observou-se um aumento no número de casamentos em Tóquio pela primeira vez em três anos, totalizando 75.179 casamentos em 2022, um aumento de 5.366 em relação a 2021. Isso pode ser interpretado como um sinal positivo para o crescimento da taxa de natalidade no futuro.

Além disso, houve uma diminuição no número de divórcios pelo terceiro ano consecutivo em Tóquio, totalizando 19.255 em 2022, uma queda de 350 em relação a 2021. Isso indica uma maior estabilidade nos casamentos e pode ser um fator que contribua para o aumento da taxa de natalidade no longo prazo.

No entanto, vale destacar que a idade média do primeiro casamento em Tóquio é de 32 anos para os maridos e 30 anos para as esposas, sendo ambas as mais altas do Japão. Essa tendência de adiar o casamento e a maternidade pode ser um dos motivos para a baixa taxa de natalidade na região.

Diante desses dados, o governo metropolitano de Tóquio reafirmou o compromisso de apoiar aqueles que desejam casar e ter filhos. Medidas como licença parental remunerada, assistência à creche e outras políticas de apoio à família têm sido implementadas para incentivar a população a aumentar a taxa de natalidade na cidade.

Além disso, o governo nacional tem trabalhado em projetos de longo prazo visando o aumento da taxa de natalidade em todo o país. Essas iniciativas vão desde subsídios financeiros para famílias com filhos até programas de conscientização e educação sobre a importância da família e da maternidade.

Em resumo, a taxa de natalidade em Tóquio tem registrado uma queda constante nos últimos anos, colocando a cidade em último lugar entre as províncias japonesas. No entanto, há sinais positivos, como o aumento no número de casamentos e a diminuição no número de divórcios. O governo tem se empenhado em implementar políticas de apoio à família e espera-se que essas medidas possam reverter o declínio na taxa de natalidade no futuro

Comentários: