Portal RPJNEWS

MENU

Notícias / Comunidade

Os novos iPhones da Apple têm chips mais rápidos, câmeras melhores e novas portas de carregamento

O iPhone 15 Pro é mostrado após seu lançamento no campus da Apple em Cupertino, Califórnia

Os novos iPhones da Apple têm chips mais rápidos, câmeras melhores e novas portas de carregamento
A-
A+
Use este espaço apenas para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.
enviando

A Apple revelou na terça-feira sua próxima geração de iPhones - uma linha que contará com câmeras melhores, processadores mais rápidos, um novo sistema de carregamento e um aumento de preço para o modelo mais sofisticado.

A vitrine na sede da Apple em Cupertino, Califórnia, ocorre no momento em que a empresa tenta reverter uma leve queda que viu suas vendas caírem em relação ao ano passado em três trimestres consecutivos. O mal-estar é um dos principais motivos pelos quais o preço das ações da Apple caiu cerca de 10% desde meados de julho, deixando o valor de mercado da empresa abaixo do limite de US$ 3 trilhões que atingiu pela primeira vez no início deste verão.

Os investidores aparentemente não ficaram impressionados com o que a Apple lançou na terça-feira. As ações da empresa caíram quase 2% na terça-feira, uma queda mais acentuada do que os principais índices de mercado.

Como tem acontecido com a Apple e outros fabricantes de smartphones, os quatro tipos de modelos do iPhone 15 não estão dando grandes avanços tecnológicos. Mas a Apple adicionou novidades suficientes ao modelo topo de linha – o iPhone 15 Pro Max – para aumentar seu preço inicial em US$ 100, ou 9%, em relação à versão do ano passado, para US$ 1.200. Como parte do preço base mais alto, o iPhone 15 Pro Max mais barato fornecerá 256 GB de armazenamento, contra 128 GB da versão mais barata do iPhone 14 Pro Max.

A Apple está mantendo a linha de preços para o restante da linha, com o iPhone 15 básico sendo vendido por US$ 800, o iPhone 15 Plus por US$ 900 e o iPhone 15 Pro por US$ 1.000.

Embora a manutenção desses preços comprima as margens de lucro da Apple e coloque ainda mais pressão sobre o preço das ações da empresa, o analista do Investing.com, Thomas Monteiro, acredita que é uma medida prudente, com a inflação ainda alta e as altas taxas de juros afetando os orçamentos familiares. “A realidade é que a Apple se encontrou numa posição desafiadora antes deste evento”, disse Monteiro.

E o aumento do preço do iPhone 15 Pro Max pode ajudar a Apple a aumentar as vendas se os consumidores continuarem a gravitar em torno dos modelos premium da empresa. O analista da Wedbush Securities, Dan Ives, espera que o iPhone 15 Pro e Pro Max respondam por cerca de 75% das vendas totais do dispositivo no próximo ano.

Todos os novos modelos estarão disponíveis nas lojas no dia 22 de setembro, com pré-encomendas a partir desta sexta-feira.

Uma das maiores mudanças que a Apple anunciou é uma nova forma de carregar os modelos do iPhone 15 e as gerações futuras. A empresa está migrando para o padrão USB-C, que já é amplamente utilizado em muitos dispositivos, incluindo computadores Mac e muitos de seus iPads.

A Apple está sendo forçada a eliminar gradualmente os cabos de porta Lightning lançados em 2012 devido a um mandato que os reguladores europeus planejam impor em 2024.

Embora muitas vezes os consumidores não gostem de mudanças, a transição para portas USB-C pode não ser tão inconveniente. Isso porque o padrão já é amplamente utilizado em diversos computadores, smartphones e outros dispositivos que as pessoas já possuem. A mudança para USB-C pode até ser uma mudança popular, já que esse padrão normalmente carrega os dispositivos mais rapidamente e também oferece velocidades de transferência de dados mais rápidas.

Os modelos básicos do iPhone 15 foram redesenhados para incluir um recorte que muda de forma da tela que a Apple chama de “Ilha Dinâmica” para notificações de aplicativos – um visual que foi introduzido nos dispositivos Pro e Pro Max do ano passado. Os modelos básicos também estão recebendo um chip mais rápido usado nos modelos Pro e Pro Max do ano passado, enquanto a próxima geração do iPhone 15s premium rodará em um processador ainda mais avançado que permitirá que os dispositivos acomodem o mesmo tipo de videogame que normalmente requerem um console.

O iPhone 15 Pro e Pro Max também serão equipados com o que a Apple afirma ser o equivalente a sete lentes de câmera. Eles incluirão lentes telefoto tipo periscópio que melhorarão a qualidade das fotos tiradas de longas distâncias. A lente telefoto possui um zoom ótico 5x, que fica atrás do zoom ótico 10x do Galaxy S22 Ultra premium da Samsung, mas representa uma atualização do zoom ótico 3x do iPhone 14 Pro e Pro Max.

Antecipando o lançamento do fone de ouvido de realidade mista da Apple no próximo ano, o iPhone 15 Pro e Pro Max também terão uma opção de vídeo espacial projetada para visualização nesse fone de ouvido.

A Apple está revestindo os modelos premium em titânio que, segundo a empresa, é a mesma liga usada em algumas naves espaciais.

Além de seus novos iPhones, a Apple também anunciou sua próxima geração de smartwatches – um produto que estreou há quase uma década. O Apple Watch Série 9, disponível nas lojas em 22 de setembro, incluirá um novo controle por gestos que permitirá aos usuários controlar alarmes e atender chamadas estalando duas vezes o polegar com o dedo.

Créditos (Imagem de capa): ASAHI

Comentários: