Portal RPJNEWS

MENU

Notícias / Policial

Presidente e o gerente de uma empresa fabricante de produtos plásticos na cidade de Ichinomiya, província de Aichi, são presos

A investigação em curso sobre a possibilidade de os dois homens estarem tentando expandir a fábrica, forçando trabalhadores estrangeiros a trabalhar ilegalmente

Presidente e o gerente de uma empresa fabricante de produtos plásticos na cidade de Ichinomiya, província de Aichi, são presos
A-
A+
Use este espaço apenas para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.
enviando

A prisão do presidente da empresa, Hiroshi Hattori, e do gerente da fábrica, Fujikichi Ozawa, sob a acusação de forçar ilegalmente trabalhadores estrangeiros a trabalhar é uma séria violação dos direitos humanos e da dignidade dos trabalhadores. Isso mostra uma exploração flagrante e inaceitável dos trabalhadores estrangeiros, que podem estar em situação vulnerável devido à sua condição de imigração.

A presença de cerca de 50 estrangeiros trabalhando ilegalmente na empresa, descoberta durante uma operação policial após um relatório do Departamento de Imigração de Nagoya, é alarmante e indica uma possível prática generalizada de violação das leis trabalhistas e de imigração por parte da empresa.

A investigação em curso sobre a possibilidade de os dois homens estarem tentando expandir a fábrica, forçando trabalhadores estrangeiros a trabalhar ilegalmente, destaca a gravidade do caso e a necessidade de responsabilização.

É essencial que as autoridades japonesas conduzam uma investigação completa e justa sobre esse assunto e garantam que os direitos dos trabalhadores estrangeiros sejam protegidos. Além disso, medidas devem ser implementadas para prevenir abusos semelhantes no futuro e para garantir que todas as empresas respeitem plenamente as leis trabalhistas e de imigração do Japão. A exploração de trabalhadores, independentemente de sua nacionalidade, não tem lugar em uma sociedade justa e respeitosa.

Comentários: