Portal RPJNEWS

MENU

Notícias / Justiça

Homem ganense tem pedido de assistência negada no Japão

Juiz Tadahiro Okayama interpretou que a elegibilidade para assistência social se aplica apenas a nacionais e não inclui estrangeiros.

Homem ganense tem pedido de assistência negada no Japão
A-
A+
Use este espaço apenas para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.
enviando

A história de Siaw Johnson Kwaku reflete desafios enfrentados por estrangeiros em alguns países ao buscar assistência social, mesmo quando possuem status de residência temporária. A decisão do tribunal local de Chiba, no Japão, em 16 de janeiro, rejeitando seu pedido de assistência social com base na nacionalidade estrangeira, destaca as limitações enfrentadas por pessoas em situações semelhantes.

Johnson, um ganense de 33 anos, argumentou que tinha direito à assistência social com base em um decreto de 1954 do Ministério da Saúde e Bem-Estar. No entanto, o juiz presidente Tadahiro Okayama interpretou que a elegibilidade para assistência social se aplica apenas a nacionais e não inclui estrangeiros.

A equipe jurídica de Johnson defendeu que o estatuto de residência deveria garantir o direito à assistência social, mas a decisão do tribunal manteve a exclusão de estrangeiros, mesmo aqueles com estatuto de residência temporária para tratamento médico.

A história destaca as dificuldades enfrentadas por Johnson, que, devido a problemas de saúde, necessita de tratamento de diálise regular. A rejeição do pedido de assistência social também levou à perda de sua fonte de renda, já que o atual estatuto de residência impede que ele trabalhe.

A limitação do acesso à assistência social para estrangeiros com estatuto de residência temporária levanta questões sobre a equidade e os direitos humanos. A argumentação do advogado de Johnson, Satoshi Oikawa, reflete a frustração com a decisão do tribunal, destacando a necessidade de lutar pelos direitos de vida dos estrangeiros e promover uma sociedade de coexistência.

A história de Siaw Johnson Kwaku destaca a complexidade das questões relacionadas aos direitos e assistência social para estrangeiros em determinados países, especialmente quando confrontados com desafios de saúde.

Fonte/Créditos: Da redação

Comentários: